Friday, July 31, 2015

De repente, não mais que de repente...

Escrever é difícil.
Quando obrigatório é pior...

Ser estrangeira na escrita é novo pra mim.
Mas ando estranhando o escrever, estranhando o pensar, estranhando tudo...

Então, não mais do que de repente, desejo escrever, desejo pensar, desejo tudo...

... O que é o mesmo que desejar nada. E paraliso.

Será que estou de volta?
Tomara.